Fotógrafo Sobral, Ceará

A página abaixo contêm todas as informações locais que são relevantes quando se trata de fotógrafos em Sobral. Encontre profissionais da sua região, artigos educativos, eventos, opiniões, etc. Tudo em uma única página!

Stúdio WP - Wiron Primo Fotografia e Filmagem
(85) 3281-8383
Av. Filomeno Gomes 821-B Sala 10
Fortaleza, Ceará
 
emanuela
(88) 8823-9053
avenida airtonsenna numero 200
juazeiro do norte ceara, Ceará
 
Stúdio WP - Wiron Primo Fotografia e Filmagem
(85) 3281-8383
Av. Filomeno Gomes 821-B Sala 10
Fortaleza, Ceará
 
Abafilm
(85) 611-3861
r Coronel Ernesto Deocleciano, 409, Centro
Sobral, Ceará
 
Foto Vídeo Dois Riamos Ltda
(85) 611-2960
r Domingos Olimpio, 513, Centro
Sobral, Ceará
 
T.F VIDEO PRODUÇÕES
(88) 9966-6026
RUA 24 DE MARÇO 153
JUAZEIRO DO NORTE, Ceará
 
COMERCIAL PIANCÓ
(88) 3521-2133
AVENIDA SAO SEBASTIAO, 1802
CRATO, Ceará
 
Megapixel Fotos
(85) 8869-3330
Av. Washington Soares, 4774
Fortaleza, Ceará
 
Francisco em Pinto
(85) 611-2211
r Comend Rocha, 406
Sobral, Ceará
 
Foto Coelho
(85) 613-3009
r Coronel José Saboia, 355, Centro
Sobral, Ceará
 

Fotógrafo

Fornecido por

mar 27 2010

Foto Submarina Digital, a Fronteira Final…

Artigos , Destacar Fotografia digital

foto de Roberto Negraes

A fotografia submarina, para os apaixonados e fanáticos mergulhadores esportivos, é uma das atividades mais gratificantes que existe. Com o advento da fotografia digital, o que já foi complicado um dia tornou-se praticamente banal. Atualmente vários fabricantes de câmeras digitais, como a Olympus, Canon e Sony, já produzem como equipamento acessório, caixas estanques para algumas de suas câmeras, enquanto diversas empresas especializaram-se na produção de modelos de caixa estanque para câmeras de todas as demais marcas.

Uma velha paixão

Sempre me recordo quando, nos anos 70, eu me interessei pela fotografia submarina. Já fotografava desde garoto, e já adolescente, ao descobrir o esporte do mergulho, foi natural pensar em aliar o útil ao agradável, e me dedicar a fotografar sob as ondas do mar. Sim, sou um fotógrafo, digamos, veterano, e acho que vale a pena comparar um pouco épocas diferentes, pois assim que está começando agora vai entender as grandes vantagens e facilidades que tem em mãos…

Naquele tempo isso era quase um ato heróico, desde as limitações dos equipamentos de mergulho à precariedade das câmeras e acessórios existentes para a fotografia submarina. Não, não devo ser injusto, a Nikon já naquela época oferecia a excelente Nikonos III, uma eficiente câmera submarina (aliás, a única que existia) mesmo com os limitados recursos tecnológicos de sua época. Outra opção, de certo modo temerária naqueles tempos pioneiros, era usar uma caixa estanque projetada para determinada câmera fotográfica – a marca mais conhecida era a Ikelite, que existe até hoje (foi assim que perdi uma Nikon F2, quando entrou água do mar na chamada caixa estanque…). Ah, e coisa engraçada (hoje dou risada, naquele tempo era um sufoco), a gente tinha que carregar numa das mãos uma sacola repleta de lâmpadas de flash (a cada foto, eu tinha de desatarrachar a lâmpada queimada e colocar outra nova…).

Foto sub exige técnica

Fotografar embaixo d’água, por outro lado, exige técnicas completamente diversas e até conflitantes com as técnicas tradicionais da fotografia em espaço aéreo (isto é, fora d’água). Por exemplo, as águas funcionam como um filtro para o espectro de luz, eliminando o vermelho a partir de cinco metros de profundidade, depois o amarelo e o verde em mais alguns metros. A partir de uns 20 metros de profundidade, tudo aparece simplesmente em tons azuis. Assim, torna-se fundamental o uso de flash ou de filtros especiais para se obter cores vibrantes como se espera de uma fotografia submarina.

E tem mais, a cada dia que a gente vai mergulhar, as águas aparecem mais límpidas ou mais turvas, esverdeadas ou azuladas, e assim por diante. Mesmo durante um único mergulho as condições ambientais podem mudar rapidamente. Assim, o desafio da fotografia submarina sempre foi grande – para cada 10 fot...

Clique aqui para ler este artigo em Banco da Imagem

© 2010 BancodaImagem Suffusion WordPress theme by Sayontan Sinha